22 de outubro de 2007

Poemas







[Tu e Eu]



Feliz o momento em que nos sentarmos no palácio,
Dois corpos, dois semblantes, uma única alma
- tu e eu.

E ao adentrarmos o jardim, as cores da alameda
E a voz dos pássaros nos farão imortais
- tu e eu.

As estrelas do céu virão contemplar-nos
E nós lhes mostraremos a própria lua
- tu e eu.

Tu e eu, não mais separados, fundidos em êxtase,
Felizes e a salvo da fala vulgar
- tu e eu.

As aves celestes de rara plumagem
Por inveja perderão o encanto
No lugar em que estaremos a rir
- tu e eu.

(...)





Poema: Jalal al- Din Rumi (1207-1273)
Pintura: Altdorfer Albrecht.

3 comentários:

Anônimo disse...

Lindíssimo....
A leitura de Rumi sembre nos enobrece....
Beijo,Vera

Contra-pontos disse...

Vera, uma leitura maravilhosa e sempre necessária.

bjs,

Jugioli

Contra-pontos disse...

Vera, uma leitura maravilhosa e sempre necessária.

bjs,

Jugioli